As angiospermas

A quantidade de angiospermas ultrapassa enormemente a dos outros grupos. São mais de 200 mil espécies, espalhadas pelo mundo. Para se ter uma idéia, o grupo mais complexo depois dela, as gimnospermas, não chega a apresentar 1000 espécies. Na floricultura, praticamente o que se vê são angiospermas; em um "verdurão", lá estão elas. No cerrado, predominam intensamente. Nas florestas, no deserto, são as angiospermas, impressionantes e abundantes.
A nomenclatura oficial das angiospermas é de um filo chamado de Antophyta que significa "plantas com flores". Dessa forma, entende-se que as flores são exclusividades desse imenso filo. O emprego da palavra "flor" para os estróbilos (cones) das gimnospermas é controverso e deve ser evitado.
Em termos evolutivos, a grande novidade das angiospermas é a produção de frutos. Os frutos são derivados direto do tecido do ovário, depois que a flor foi polinizada e fecundada. A vantagem do fruto foi a dispersão e proteção da semente. Assim, a conquista de novos ambientes fez com que apesar de recente, as angiospermas ganhassem o mundo. E rápido.

As angiospermas são vegetais:

  1. vasculares;
  2. fanerógamos;
  3. independentes da água para fecundação;
  4. com esporófito dominante;
  5. com gametófitos reduzidos.

Estão divididas em duas classes: as monocotiledôneas e as dicotiledôneas.

Característica

Monocotiledônea

Dicotiledônea

Semente

1 cotilédone

2 cotilédones

Feixes vasculares

Desorganizados

Organizados

Flor

Trímera

Tetrâmera ou pentâmera

Folha (nervuras)

Paralelas

Ramificadas

Raiz

Fasciculada (em cabeleira)

Axial ou pivotante

Exemplos

Bambu

Arroz

Trigo

Cana

Capim

Orquídea

Bananeira

Milho

Goiabeira

Mangueira

Alface

Soja

Feijão

Pequi

Roseira

Girassol

Flor
Está organizada em quatro partes (verticilos).

a) Cálice: conjunto de sépalas

b) Corola: conjunto de pétalas

c) Androceu: conjunto de estames

d) Gineceu: conjunto de carpelos


Polinização

Trata-se da transferência de pólen de um estame até o estigma (abertura de um carpelo). Chama-se de autopolinização quando ocorre na mesma flor. Quando ocorre entre flores diferentes é chamada de polinização cruzada.

Agentes polinizadores

Agente

Tipo

Flor

Vento

Anemofilia

Aperiantada

Muito pólen

Insetos

Entomofilia

Perfume

Cores

Néctar

Pássaros

Ornitofilia

Forma

Tamanho

Néctar

Morcegos

Quiropterofilia

Perfume

Sem cores

Néctar


Dupla fecundação

O pólen, após a queda no estigma, desenvolve-se formando o tubo polínico. Trata-se do gametófito masculino, muito reduzido. Possui uma célula-guia, chamada célula (ou núcleo) vegetativo e duas células (ou núcleos) posteriores chamadas de células espermáticas. O crescimento em direção ao óvulo é direcionado por substâncias liberadas pela estrutura feminina (quimiotropismo). No interior do óvulo, o megásporo dá origem ao saco embrionário (gametófito feminino). O saco embrionário possui oito núcleos: três das antípodas, duas das sinérgides, dois núcleos polares e um da oosferas. Todos os núcleos, tanto do tubo polínico quanto do saco embrionário, são haplóides. Quando o tubo polínico atinge a região pela abertura do óvulo – a micrópila – a primeira célula (núcleo) espermática fecunda a oosfera formando um zigoto diplóide. A segunda célula (núcleo) espermática fecunda os núcleos polares resultando em um zigoto triplóide.

Masculino

Feminino

Resultado

1ª célula espermática

Oosfera

Zigoto 2n

2ª célula espermática

Dois núcleos polares

Zigoto 3n


Zigoto

1º destino

Função

Diplóide

Embrião

Futuro esporófito

Triplóide

Endosperma

Nutrição do embrião

Comentários

andeile disse…
parabens pelo seu site, um exemplo me ajudou muito em um trabalho.!!!
abraços.
Que bom! Bons estudos!
Anônimo disse…
Nao deu exemplos de angiospermas, como pera, uva, pitanga, eu precisava saber se uma planta era angiosperma ou nao e nao achei, mas esse site ate q é bom...
Anônimo disse…
girassol é angiosperma? No meu livro de ciencias-biologia diz que sim, mas as angiospermas tem fruto.
Anônimo disse…
RESPONDA RAPIDO POR FAVOR, PRECISO DESSA INFORMACAO, NINGUEM SOUBE ME RESPONDER E COMO VC SE FORMOU NISSO EWSPERO QUE SAIBA!
Anônimo disse…
VC NAO COLOCOU SOBRE A SEIVA BRUTA E ELABORADA ENTAO QUEM QUISER SABER AI VAI:

ELABORADA - nas folhas, com a energia da luz e pelo processo de fotossintese sao produzidos os acucares, que formam a chamada seiva elaborada que é transportada pela planta toda por um conjunto de vasos, os vasos liberianos

BRUTA - A agua e os sais minerais formam a seiva bruta, que e levada pelos vasos lenhosos pela planta inteira.

o site poderia ser mais completo, falar das raizes tabulares e tuberosa, geotropismo positivo e negativo, fototropismo positivo e negativo...

vc realmente se formou em biologia?
Eu ja sabia tudo q tem nesse site e muito mais
Anônimo disse…
Respondendo:

girassol é angiosperma? No meu livro de ciencias-biologia diz que sim, mas as angiospermas tem fruto.

13 de Maio de 2008 19:54

_________

é um angiosperma sim, pois aquilo que você conhece por semente de girassol nada mais é que a fruta contendo a semente dentro. Se chama aquênio.

Espero ter tirado sua dúvida.
Anônimo disse…
a semente de girassol nao é fruta, é fruto, nem todas as angiospermas tem fruta, mas todas tem fruto
Anônimo disse…
Para ser angiosperma não tem que necessariamente ter fruto comestível e não é difícil pensar em exemplos de planta com fruto por isso ele so citou exemplos de monocotiledônea e dicotiledônea.

Postagens mais visitadas deste blog

Insetos e aracnídeos: uma confusão evitável

Lista de exercícios - biologia