O novo ENEM: será?

    Vou-lhe dar um testemunho do que sei sobre o exame nacional do ensino médio – ENEM – que será realizado em outubro. As fontes são muito confiáveis, podem ter certeza. Essa iniciativa é uma resposta pequena mas corretiva frente à reportagem divulgada da revista Veja de abril de 2009 que carrega um catatau de erros e imprecisões.

A PROVA

    Será realizada nos dias 03 e 04 de outubro de 2009, uma única vez neste ano. O plano é que ela seja aplicada quatro vezes em 12 meses a partir do ano que vem. A distribuição dos conteúdos será da seguinte forma:

Sábado à tarde – ciências da natureza e ciências humanas

Domingo pela manhã – linguagens e redação

Domingo à tarde – matemática

    Em ciências humanas, estarão incluídas: filosofia, sociologia, artes visuais, artes cênicas, música e dança, além de história e geografia.

    Em linguagens entrarão questões de inglês e espanhol.

    As questões serão de múltipla escolha.

    Ao contrário de como estava na reportagem da Veja, os alunos que cursam atualmente o terceiro ano do ensino médio poderão fazer a prova. Os alunos de primeiro e segundo ano poderão até fazer a prova mas não terão suas notas computadas.

A validade da nota

    A nota será válida por dois anos (e não três, como na estimada revista).

ENEM substitui ENADE

    O ENADE é aplicado para alunos no início e no fim do curso. Será agora aplicado apenas no fim. Substituindo o primeiro ENADE, será feito o ENEM.

Inscrições

    Como no ENEM. Os alunos das escolas públicas não pagam. O de escola particular paga R$ 35,00. Elas devem abrir em 18 de maio e fechar em 04 de julho.

Acesso

    Muitas universidades deverão adotar o sistema. Algumas o farão como forma total de acesso, como surpreendentemente vai fazer a UFRJ. Duas novas universidades federais irão adotá-la dessa forma: A UNIVERSIDADE DO MERCOSUL (em Foz do Iguaçu) e o Unilab (em Redenção, Ceará). Na Unilab, de acordo com o MEC, serão oferecidos cursos de saúde, física, biologia, tecnologia, engenharia, administração e agronomia, áreas de interesse dos países africanos. Os estrangeiros irão estudar no Brasil e também em pólos instalados nas nações da CPLP (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste).

É verdade, amigos, novos tempos chegaram...


 


 


 


 

Comentários

Andrea disse…
lasneux eu li o seu texto e fiquei em duvida
no enem sera obrigatorio fazer a prova de ingles E espanhol ou ainda poderei escolher uma das linguas?
seu blog tah massa =D
bju
Vocês terão que fazer as duas mas talvez nessa primeira vez, não.
Lasnaux , o cursinho vai mudar o método de ensino? Eu estava olhando as provas do enem , são muito superficiais , o que acontecerá com o antigo vestibular?
Abraço!
O cursinho vai mudar. Temos de nos adequar e isso acontecerá já. Quinta-feira próxima, a UnB decide como vai ser o seu acesso.

Postagens mais visitadas deste blog

Insetos e aracnídeos: uma confusão evitável

Lista de exercícios - biologia