Raiz

As funções básicas das raízes são absorver e fixar o vegetal ao solo. Muitas modificações são encontradas nelas, favorecendo outras importâncias para o vegetal.

Anatomia externa

1.Coifa
Estrutura que reveste a extremidade da raiz. É constituída de um parênquima que secreta substância viscosa, para diminuir o atrito com a superfície do solo.

2. Meristema apical da raiz
Tecido que fica coberto diretamente pela coifa. é responsável pelo crescimento em profundidade da raiz.

3. Zona de distensão, de crescimento, de alongamento ou zona lisa
Região de células recém-formadas pelo meristema.

4. Zona pilífera
Região onde há muitos pêlos. É a área de grande absorção da raiz, absorção de sais e água.

5. Colo
Região limítrofe entre a raiz e o caule.

Anatomia interna

Epiderme


Pode ser substituída pela periderme nas raízes com crescimento secundário.

Córtex

Parênquima de preenchimento (ou de reserva)
Endoderme (semelhante à epiderme, mas com células com cintas de suberina ou lignina, as células, no entanto, são vivas)

Cilindro central (vascular)


Periciclo: tecido parenquimático com possibilidade de retomar atividade meristemática, dando origem, por exemplo, às raízes laterais.
Xilema (ou lenho)
Floema (ou líber)

Tipos de raízes


Axial ou pivotante
Típica das dicotiledôneas.

Fasciculada ou em cabeleira
Típica das monocotiledôneas.

Adventícia
Raízes que surgem direto do caule. Ocorrem em muitas monocotiledôneas. Em dicotiledôneas, podem estar relacionadas com a sustentação sendo chamadas de raízes-escora (ou suporte). Como em plantas do manguezal.

Haustórios
Raízes sugadoras de seiva. Ocorrem em plantas parasitas, como o cipó-chumbo e na erva-de-passarinho.

Raízes tuberosas
Raízes comestíveis, acumulam reserva. Mandioca, beterraba, batata-doce e cenoura.

Pneumatóforos
Raízes respiratórias. Ocorrem em plantas de manguezal.


Comentários

Manson disse…
Oi, professor! =]
Saiu hoje (13/09) no Correio Braziliense, página 30 do caderno Mundo, um artigo sobre a relação do uso do anticoncepcional e redução do risco de câncer. A matéria apresenta a pesquisa feita por uma revista britânica sobre Medicina, mas o que me chamou atenção foi a contribuição de Carlos Gropen Jr na coluna "palavra de especialista", comentando a interpretação isolada da pesquisa, ressaltando que pode haver riscos para outras doenças, como as cardiovasculares. Já pensou se algum 'leigo' distribui anticoncepcional como remedinho? Hahaha.
Até a aula de amanhã, fessor! Lembra de mim hein! Sala 03! \o/
Anônimo disse…
Professor, sobre o texto do príon, poderia por favor me explicar pq a letra b e a correta e pq as outras tão erradas?
Bom, as outras quatro alternativas estão CORRETAS. A resposta é a letra B porque há duas formas de formação do príon: uma mutação e o contato com outro príon. Perceba que a questão quer a alternativa INCORRETA. Bons estudos.
Karla Pessôa disse…
Po....todas as opções de materia mais dificil da biologia são relativamente fáceis...

Biomolecular é que ninguem merece!


botânica as pessoas costumam não gostar tanto pelo enfoque que o vestibular dá....

agora....quando você ve junto com evolução, quando você ve as coisas pessoalmente....tudo se torna beeeeeeem mais legal....

oportunidades essas que infelizmente só são bem utilizadas na universidade mesmo....
Anônimo disse…
Tópico palpitante nesta página, postagens como aqui vemos dão motivação ao indivíduo que ler neste blogue !!!
Dá mais do teu blog, a todos os teus seguidores.

Postagens mais visitadas deste blog

Insetos e aracnídeos: uma confusão evitável

Lista de exercícios - biologia